04/06/2016

Mae aos 40

Edit Feito para você por com 7 Visões
Este ano eu completei 40 anos. Nem acredito como o tempo passou rápido...
Quando olho pra trás ainda me vejo escrevendo cartinhas pro concurso de Paquita da Xuxa, rs. Sim, já estou com 40 anos, mas muito bem vividos...

Sinceramente nao me arrependo de nada. Com 27 anos deixei o conforto da minha casa para viver num navio de cruzeiros. Nunca mais voltei. Nunca mais fui a mesma. Aquela experiencia de 7 meses deu inicio aos 13 anos mais enriquecedores da minha vida.


Viajei por todos continentes. Me apaixonei perdidamente algumas vezes. Morei na Índia, Alemanha e Itália. Chorei algumas vezes até o mundo acabar. Na solidao encontrei à Deus. Nas minhas conquistas reconheci o mérito do Divino.

Nos últimos 10 anos fiz um curso intensivo de respeito ao próximo. Conviver num ambiente com tantas religioes me transformou. Sou muito pouco da Selma que já fui, mas muito menos daquela que ainda quero ser.

A  vida teria seguido assim; feliz, intensa e dinamica, se nao fosse por um detalhe biológico; a idade.

Ser mae ainda fazia parte da minha wish list, e o tempo agora estava ficando curto...

Portanto com 36 anos eu lancei meu desejo pro universo: "Construir minha família até os 40!"

O objetivo era aquele básico; conhecer um homem lindo e maravilhoso. Viver uma grande paixao. Casar. Engravidar. Ter muitos filhos e viver feliz pra sempre. Só isso, rs...

Bom, tirando umas briguinhas, mal entendidos,e o fato que eu tive que mudar de país, aconteceu tudo exatamente assim, rs !

Claro que esta história é cheia de detalhes e porques, os quais pretendo ir contando por aqui aos poucos...

Há um ano troquei minha carreira e estabilidade financeira na Alemanha pra poder viver um romance na Sardegna. A história ficou mais bonita com a chegada da Larinha, minha boneca de 2 meses.

Infelizmente é impossível ter tudo na vida. Cada escolha é sempre uma renúncia. Para ter a minha sonhada família, deixei pra trás a mulher que eu tanto orgulhava ser. Independencia financeira e viagens de final de semana foram trocados por fraldas e sorrisos sem dente. Por enquanto nao tenho nenhuma previsao profissional neste país. Embora eu sinta muita falta da minha independencia, sei que tomei a melhor decisao.

Acredito muito no poder interior. Minha fé me trouxe até aqui. Seguirei assim, orando e vibrando coisas boas e positivas.

Que aconteca o melhor !

O "felizes para sempre depende de mim".

Meu nome é Selma Fernandes. Tenho 40 anos. Sou a mamae da Lara. Trabalho período integral construindo um lar limpinho, feliz e cheio de amor!
Instagram: @belajosefina


7 comentários:

  1. Selmaaaa, quero agradecer por acabar comigo hahhahaah Você tem 40 anos hahahahaha Estou chocada, passada, revoltada e proximo post nao coloque foto com barriga zero, senao vou me jogar pela janela hahahahha

    Amigaaaaaaa, parabéns pela opção de ser mae! Você é linda, com uma trajetória maravilhosa e ter você aqui no nosso meio é maravilhoso. Lara tem uma sorte enorme e tenho a certeza que você será uma otima mae!

    ResponderExcluir
  2. Cho-ca-da!!! Vc eh linda Selma. E sua felicidade te mostra radiante. Parabéns por sua coragem e determinação. E por sua Larinha. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Ela nao tem essa idade! Brasileira é guerreira mesmo. Depois dizem que nao é possivel. Claro que é ... Você é linda e força para educar essa fofura da Larinha

    ResponderExcluir
  4. Você está muito bem e tem muita força de vontade, é uma guerreira. Parabéns pela sua Larinha, que ela seja sempre muito abençoada!!

    ResponderExcluir
  5. Selma, você esta na italia agora? Voce e Carolina sao piores que ciganos! Carolina ja esta se preparando para ir para outro país tambem. Parabens pela sua filha e nao sabia que ate voce ja estava envolvida nisso. Quando for a Italia levo uma prenda a lara. Ja agora, os seus videos de trabalhar em navio sao otimos. Publica eles aqui

    ResponderExcluir
  6. Selma, morri com seu texto. kkkk
    Hilária. Gosto de pessoas que vivem a vida, dura ou não com sabedoria e com alegria.
    Um xêro, Kézia.

    ResponderExcluir